© 2017 by Métodos Fronteiriços.

Fundação Universidade Federal de Rondônia

Campus José Ribeiro Filho - BR 364/ Av. Presidente Dutra, 2965 - Centro

Porto Velho - RO

 Centro Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas sobre o Imaginário Social. CEI\UNIR

 

O CEI talvez seja o primeiro coletivo que inaugurou Grupo de Pesquisa em Humanas e Sociais na UNIR . Foi institucionalizado em 1992 por ex-estudantes da Universidade Federal de Rondônia, na ocasião já aprovados em Concurso Público, como professores e professoras, sendo os seguintes: José Januário de Oliveira Amaral (Departamento de Geografia\UNIR), Arneide Bandeira Cemin (Departamento de História\UNIR), Josué da Costa Silva (Departamento de Geografia\UNIR); e os então estudantes: Maria das Graças Silva Nascimento Silva, mestranda (Geografia\USP) e funcionária da UNIR; e Francisco das Chagas, aluno do Curso de Graduação em História\UNIR. A inspiração inicial para a criação do centro decorreu do trabalho da Professora Drª Liana Maria Sálvia Trindade,do Departamento de Antropologia Social da USP. Liana havia criado o Centro de Estudos do Imaginário naquela instituição e, através dela, Josué, Januário e Maria das Graças tiveram a idéia de instituir algo similar na UNIR.

O CEI catalisou a imaginação acadêmica e congregou diversos professores\as empenhados em fomentar a pesquisa ainda incipiente na instituição e que, posteriormente criaram seus próprios grupos. Em 2000, contando com a presença dos professores Valdir Aparecido, de Souza, Arneide Bandeira Cemin, Edinaldo Bezerra de Freitas e Abel Sidney,  foram criados o site do CEI e a Revista Eletrônica Labirinto. A criação da Labirinto foi inédita, visto que inaugurou essa modalidade de publicação na UNIR, sendo que no restante do Brasil, à época, as revistas eletrônicas ainda apareciam como novidade. A Labirinto atraiu a atenção de estudiosos diversos e foi classificada pela Base de Dados Latindex  (America Latina e Caribe)

A partir de 2011 o CEI passou a contar como novos membros: Verônica Aguiar, medievalista (Departamento de História), Mauro Henrique Miranda de Alcântara (Historia/IFRO de Ji-Paraná e Daiane Barth, professora de Literatura em Vilhena, Marcele Pereira (Arqueologia/UNIR), Alexandre Pacheco  (História/UNIR), Cristiane Marina Teixeira Girard (Bibliotecária/UNIR) e Heloisa Helena Siqueira Correia Letras/(unir). Entre 2012 e 2013, Verônica assumiu a função de editora da Labirinto, reativando a publicação, que estava com a periodicidade comprometida. Verônica redefiniu a Labirinto, tornando-a mais adequada aos parâmetros acadêmicos, melhorou o Qualis Capes , que, atualmente vai de B5 a B2, conforme a área, e a  Revista foi articulada ao Mestrado em História e Estudos Culturais/UNIR. Esta melhoria da Labirinto, resulta também do trabalho de Mauro Henrique Miranda de Alcântara, como editor. Atualmente, encontra-se aberta de 10 de julho a 15 de outubro, a chamada de artigos para o Dossie Historia e Literatura, insólitos espaços e vidas, organizado por Flavio Garcia (UERJ) e Heloisa Helena Siqueira Correia (UNIR).

 

Arneide Bandeira Cemin

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now